25 de nov de 2010

2 ETAPA: Idade Moderna e Brasil Império.


 1) FUVEST 2010 – Segundo o historiador indiano K.M . Panikkar, a viagem pioneira dos portugueses à Índia inaugurou aquilo que ele denominou como a época de Vasco da Gama da história asiática. Esse período pode ser definido como uma era de poder marítimo, de autoridade baseada no controle dos mares, poder detido apenas pelas nações européias.
(Adaptado de C.R.boxer, O Império Maritimo Português, 1415 – 1835. Lisboa. P. 55)
A)     Quais fatores levaram à expansão marítima européia dos séculos XV e XVI
B) Qual a diferença entre o domínio dos portugueses na América e no Oriente.

1.1 FUVEST – RESOLUÇÃO - 2009
Observe as rotas no mapa e responda:
1)    O que representou, para os interesses de Portugal, a rota marítima Lisboa-Cabo da Boa Esperança e Calicute?
2) O que significou a expedição de Pedro Álvares Cabral para o Império Português?
Resolução
1) Estabelecimento de uma ligação comercial marítima com as Índias, permitindo o acesso direto aos pro du tos do Oriente e quebrando o monopólio italiano sobre aquelas mercadorias no Mediterrâneo.
2) Confirmação da existência de terras no Ocidente, dentro dos limites atribuídos a Portugal pelo Tratado de Tordesilhas, e consolidação do domínio português sobre o Atlântico, assegurando o controle do caminho marítimo para as índias.


2) UNICAMP 2010
A base da teologia de Martinho Lutero reside na idéia da completa indignidade do homem, cujas vontades estão sempre escravizadas ao pecado. A vontade de Deus permanece sempre eterna e insondável e o homem jamais pode esperar salvar-se por seus próprios esforços. Para Lutero, alguns homens estão predestinados à salvação e outros à condenação eterna. O essencial de sua doutrina é que a salvação se dá pela fé na justiça, graça e misericórdia divinas.
(Adaptado de Quentin Skinner, As fundações do pensamento político moderno. São Paulo: Companhia das Letras,  1996, p. 288-290.)
a) Segundo o texto, quais eram as idéias de Lutero sobre a salvação?
b) Quais foram as reações da Igreja Católica à Reforma Protestante?
C) Indique a diferença da teoria luterana e calvinista no tocante à questão da salvação.

2.1 FUVEST – RESOLUÇÃO. 2009
Reforma religiosa do século XVI provocou na Europa mudanças históricas significativas em várias esferas. Indique transformações decorrentes da Reforma nos
âmbitos
a) político e religioso;
b) sócio-econômico.
Resolução
a) No âmbito político, além de conflitos religiosos internos e externos ocorreu o fortalecimento da autoridade real, devido ao enfraquecimento da Igreja Católica. No âmbito religioso, a Cristandade Ocidental se dividiu por força do
advento do protestantismo.
b) No âmbito socioeconômico, a Reforma Protestante  por meio de sua vertente calvinista  adequou certos aspectos do cristianismo ao capitalismo nascente, propiciando a formação de uma ética burguesa à acumulação primitiva de capital.


2.2 UFMG 2002 –
No começo do século XVI, a Europa foi sacudida por um processo que deixaria marcas profundas na vida e no pensamento das pessoas, com desdobramentos visíveis ainda hoje . a Reforma. As cisões que, então, acometeram a Igreja . levando à formação de várias religiões denominadas .protestantes trouxeram à tona
não apenas uma crise religiosa mas também disputas políticas, que degeneraram em guerras virulentas.
1.    EXPLIQUE os principais fatores que possibilitaram a eclosão da Reforma.
Percebendo a gravidade da crise, que ameaçava destruir a Instituição, as autoridades responsáveis pela
Igreja Católica trataram de reagir ao que consideravam um desafio protestante.
2.    CITE três ações empreendidas pelo Papado, à época, visando a se contrapor à Reforma.
3.       Escolha uma dessas ações e ANALISE-a, destacando seus aspectos mais importantes.



3) UNICAMP
A união de Espanha e Portugal, em 1580, trouxe vantagens para ambos os lados. Portugal era tratado pelos monarcas espanhóis não como uma conquista, mas como um outro reino. Os mercados, as frotas e a prata espanhóis revelaram-se atraentes para a nobreza e para os mercadores portugueses. A Espanha beneficiou-se da aquisição de um porto atlântico de grande importância, acesso ao comércio de especiarias da Índia, comércio com as colônias portuguesas na costa da África e contrabando com a colônia do Brasil.
(Adaptado de Stuart B. Schwartz. Da América Portuguesa ao Brasil. Lisboa: Difel, 2003, p. 188-189.)
a)      Segundo o texto, quais foram os benefícios da união ibérica para Portugal e para a Espanha?


4) UFMG 2001
O mercantilismo, doutrina econômica dominante no início do período moderno, foi adotado pela maioria dos Estados europeus, então em formação, notadamente por aqueles empenhados no processo colonizador.
Segundo Eli Hecksher, o .Estado era o sujeito e o objeto da política econômica mercantilista.No decorrer do século XVIII, críticas contra os pressupostos mercantilistas começaram a se avolumar. Tais ataques provinham de uma corrente de pensamento que consolidaria o liberalismo.
1.    CITE três das principais medidas econômicas propostas pelos defensores do mercantilismo.
2.       EXPLIQUE os principais objetivos dessas medidas econômicas.
APRESENTE os argumentos mais freqüentemente utilizados pelos liberais para criticar as doutrinas mercantilistas.

---------------------------------------------------------X---------------------------------------------
1.                   Unicamp 2009 – QUESTÃO COMENTADA.
 No ano de 1808, entrou em vigor a proibição do tráfico negreiro, tanto nos Estados Unidos como no Império Britânico. No caso do Império Britânico, a proibição teria maior impacto em escala mundial. Enquanto isto, no Império Português, o porto do Rio de Janeiro continuaria a comprar escravos da zona congo-angolana em quantidade cada vez maior.
(Adaptado de João Paulo Pimenta & Andréa Slemian, A corte e o mundo. Uma história do ano em que a família real portuguesa chegou ao Brasil. São Paulo: Alameda, 2008, p. 82-83.)
a) Segundo o texto, quais as mudanças relativas ao tráfico negreiro ocorridas em 1808?
b) Quais eram os interesses do Império Britânico na proibição do tráfico negreiro na primeira metade do século XIX?
Resposta Esperada
a) A partir do texto, o candidato deveria perceber duas mudanças significativas ocorridas em 1808 quanto ao tráfico negreiro. Por um lado, ele foi proibido tanto nos Estados Unidos quanto no Império Britânico; por outro lado, no Império Português ocorreu a intensificação do tráfico de escravos, que entravam em quantidade cada vez maior no porto do Rio de Janeiro.
b) Entre os interesses do Império Britânico na proibição do tráfico negreiro, o candidato poderia mencionar: a formação de um mercado consumidor para os produtos britânicos por meio da generalização do trabalho assalariado, e a necessidade de reduzir a presença de comerciantes luso-brasileiros na África, onde os ingleses buscavam se fixar

1.1               Fuvest 2008
A extinção do tráfico de escravos africanos no Brasil ocorreu em 1850.
Com relação a esse marco histórico,
a) explique o papel da Inglaterra nessa decisão. ( 5L)
b) relacione-o com a chegada de imigrantes.           ( 4 L )

2.                   Unicamp 2008
Na década de 1840, com a perspectiva do fim do tráfico negreiro, o governo brasileiro começou a interessar-se por fontes alternativas de mão-de-obra, encorajando a imigração de “trabalhadores pobres, moços e robustos” e tentando fixá-los nas fazendas de café. Se os imigrantes tivessem de comprar terras e os preços fossem mantidos em alta, eles seriam obrigados a trabalhar alguns anos antes de poderem comprar seu próprio lote. A
Lei de Terras foi aprovada em 18 de setembro de 1850, duas semanas após a aprovação da lei contra o tráfico de escravos.
(Adaptado de Leslie Bethell e José Murilo de Carvalho, “O Brasil da Independência a meados do século XIX”. In: Leslie Bethell (org.), História da América Latina: da Independência a 1870, vol. III. São Paulo: Edusp / Imprensa Oficial, 2001, p. 753-54, 766.)
a) Como se dava o acesso à terra antes e depois da promulgação da Lei de Terras de 1850? (4 L)
b) De que maneira a Lei de Terras de 1850 buscou promover o trabalho livre? (4 L )

3.                   FUVEST 2010
Ontem plena liberdade,A vontade por poder...
Hoje... cum’lo de maldade,Nem são livres p’ra morrer...
Prende-os a mesma corrente — Férrea  , lúgubre serpente —
E assim zombando da morte, Dança a lúgubre coorte
Ao som do açoite... Irrisão!...
Castro Alves, O Navio Negreiro, 1868.
O poema, a que pertencem esses versos,  representou uma crítica a aspectos sociais do Brasil no período imperial. Explique. ( 3 L)
4.                   UFOP
Explique de que maneira o sistema parlamentar adotado no Brasil durante o II Reinado pode ser considerado `` às avessas `` ?  ( 4 L)
5 – FUVEST 2003
Identifique as principais transformações ocorridas no II Reinado brasileiro a partir do desenvolvimento da economia cafeeira. ( 6 L )
----------------------------------------------------------X------------------------------------------------
LINKS INTERESSANTES RELACIONADOS AOS CONTEÚDOS:
Artigos - Brasil Império
Documentário: Brasil Império Parte 01   - as outras partes estão logo abaixo.

Abraços,
Márden




Um comentário:

Anônimo disse...

Márden,
As 6 ultimas questões do fragmento Idade moderna e Brasil imperio estão repetidas!!

Obs: se dê poste mais perguntas relativas a Reforma protestante e contra-reforma, coloca alguma que fale sobre o Anglicanismo, porfavor??

Beijos- Ana